quarta-feira, 17 de abril de 2013

Reza a lenda, que existe uma porção de músicas que, se ouvidas de trás para a frente, apresentam algumas "mensagens subliminares". Neste post e em outras edições do quadro Segredos Musicais, mostraremos alguns casos famosos de músicas que se destacaram por apresentarem uma mensagem escondida. Também iremos explicar como funciona essa arte chamada Backmasking



Seria mera coincidência o fato das músicas ganharem um novo significado com a inversão das faixas? Será que o reposicionamento dessas possibilitaria a geração de novas palavras que criassem um novo tipo de interpretação ou isso seria algo premeditado pela banda? 

Quem escolheu a última opção, acertou. As bandas planejam a mensagem que ficará evidente se a música for alterada. O nome dessa prática é backmasking, palavra essa que se traduzida literalmente, significa "mascaramento reverso". Veja a explicação do funcionamento dessa técnica, nesse texto do Wikipédia

O Backmasking (...) é uma técnica sonora a qual, antes da era digital, os sons eram gravados normalmente enquanto a fita a ser gravada (i.e somente as específicas faixas gravadas para este efeito, em um gravador de multi-canais) corria ao contrário na direção (normal) da "cabeça" do gravador, sendo fisicamente editada, depois, para ser unida (cortada e colada) e tocada normalmente ao contrário, junto as outras faixas da música que correm na direção normal. Com gravadores modernos, digitais, o processo é facilitado, sem precisar cortar e colar a fita junto a outras. Tudo é feito digitalmente


Backmasking como mensagem oculta

Os Beatles foram a banda que ajudaram a popularizar o Backmasking, na década de 50. John Lennon resolveu fazer uma experiência com a música Tomorrow Never Knows, invertendo-a. Como gostou do resultado, resolveu comunicar ao resto do grupo. Depois o beatle compôs a música Rain e tinha decidido aplicar a técnica nela também, mas o produtor George Martin não aprovou, e só deixou ser invertido o último verso

Foi por conta do Backmasking que surgiu a lenda do Paul McCartney morto. Algumas gravações ao contrário de canções dos Beatles davam a entender que o baixista da banda tinha morrido e poderiam conter algumas "mensagens ocultas".


I''m So Tired



     * Paul is dead man, miss him, miss him... - Trecho no final da música I'm So Tired
       (Paul é morto, cara; sinta falta dele, sinta falta dele...)


Revolution 9


   
  * Number nine, number nine, number nine... - 
        (número nove, número nove, número nove...)

Essa repetição de números aparece na canção Revolution 9 e na ordem reversa se torna turn me on dead man, turn me on dead man... (excite-me, homem morto; excite-me, homem morto...)

No álbum Sgt Pepper também existem alguns mantras que supostamente podem significar We will fuck you like supermen" (Lhe foderemos como super-homens)


Led Zeppelin - Stairway to Heaven


Invertida, como pode ser visto no vídeo, em inglês, a música diz: Oh, aqui está o meu doce Satanás. Aquele cujo caminho pouco me faria triste, cujo poder é Satan. Ele lhe dará os que com ele 666. Havia uma pequena ferramenta galpão onde ele nos fez sofrer, triste Satanás

Robert Plant negou essa acusação em entrevista: Para mim é muito triste, porque 'Stairway To Heaven' foi escrita com a melhor intenção e colocar ao contrário as fitas e meter mensagens ao final, não é minha forma de fazer música.

Calma, nós não somos satanistas!
Existem vários outros casos de músicas que ganham um significado mais satânico se invertidas, mas a intenção da Comissão do Rock não é criar um terror para contra-indicar essa banda para vocês. Essas atribuições são criadas por grupos religiosos para tentar fazer com que os jovens mantenham a moral e os bons costumes.

Mas nós sabemos que rock não é música "de santo". Existem músicas que possuem seus significados "sujos", que falam de drogas, de tudo o mais, porém isso não quer dizer que quem ouve rock se torna drogado, alcoólatra, viciado em sexo etc. O mesmo erro é dizer que "a mídia manipula". Não é a mídia que manipula e sim as pessoas que se deixam ser influenciadas pelo o que ela diz, pela programação que é exibida. Temos que considerar que cada pessoa tem seus mecanismos de filtragem de informação. Ninguém vai absorver tudo como verdade absoluta. As pessoas tem inteligência o suficiente para discernir o que é certo e errado, o que é verdade ou mentira.


Em breve, teremos mais um post dessa série e nele falaremos sobre outros tipos de Backmasking. Aguardem, iremos "desmascarar" mais músicas!

DMCA.com

Seguidores